a_visitar

    desporto

  • DESPORTO
  • Viana do Castelo é rica em espaços naturais para a prática de desporto de mar. Ao longo da costa são inúmeros os picos para o Surf, longboard e o Bodyboard.
    O Golfe de Ponte de Lima é um verdadeiro paraíso para os golfistas. São 6005 m, num traçado tão agradável para os amadores como exigente para os profissionais. A Marina de Viana do Castelo, um Clube de Vela e uma costa por vezes com ventos muito fortes presenteiam os praticantes de Vela e Windsurf.
    Os passeios a pé, de bicicleta ou a cavalo pelas montanhas que circundam as bonitas cidades históricas do Alto Minho são a não perder. Pode praticar canyonning nas lagoas naturais da Serra d`Arga ou conhecer as águas bravas de Melgaço em rafting. Há várias organizações para dar apoio a profissionais ou amadores. O Rio Lima permite disfrutar de muitas actividades e desportos aquáticos, como a pesca ou o remo. Existe um Clube Nautico e escola para dar apoio aos aventureiros.
    O Hipódromo de Ponte de Lima é o palco de emocionantes corridas e provas de salto.A escola de equitação pode ajudar a descontrair e aprender nos tempos livres.

  • NATUREZA
  • Um dos maiores atractivos do Alto Minho é o Parque Nacional da Peneda-Gerês. 72 000 hectares que englobam territórios dos concelhos de Arcos de Valdevez a Terras do Bouro. A costa atlântica minhota tem excelentes praias. Areia limpa, água despoluída, poucas pessoas, boa temperatura, vigilante, bar de apoio e responsáveis pelo aluguer de material e ensino de desportos de ondas. A vista dos trajectos pedestres da Serra d`Arga é de inegualável beleza:- encostas cultivadas em socalcos, casas em xisto e granito, velhos caminhos de pastores ou de peregrinos a Santiago, animais a pastar, moinhos e nascentes de água serrana. Ao longo do Rio Lima e mais a norte nas prais fluviais do Rio Coura é muito agradável passear, praticar desporto náutico, tomar banhos de sol ou até partilhar com os locais a arte de pescar uma lampreia. No interior das paisagens serranas existem paraísos escondidos que só com a ajuda dos habitantes locais é possível encontrar. Solares ou Monumentos resguardados, igrejas longe da vista das estradas ou lagoas naturais de água das montanhas.

  • FESTAS
  • Em quase todas as terras do Alto Minho as Festas Religiosas e as Romarias Populares acontecem na rua. Tapetes de flores e arcos de rua coloridos encaminham a procissão, bandas filarmónicas, gigantones “Zés Pereiras”, ranchos foclóricos e populares pela festa. Algumas festas são organizads para o comércio de animais ou de produtos agrícolas. Os minhotos aproveitam para conviver e festejar com fogo de artifício, uma das maiores artes tradicionais da região.

  • COMPRAS
  • Há feiras periódicas em muitas localidades. Nas tendas ambulantes vendem-se animais, legumes, roupas ou outros produtos da região.
    Uma das lembranças mais apreciadas pelos visitantes é o vinho verde tinto e branco. É possível adquirir estes vinhos nas adegas da região. A ourivesaria e as peças em filigrana são indispensáveis em dias de festa. De Barcelos a Viana são características as peças de olaria e louça colorida pintadas à mão. Os bordados minhotos sobre linho são um produto 100% natural e manual. Os trajes regionais são ricamente bordados. Socos, saias e blusas enchem de alegria as minhotas.

  • CAMINHOS DE SANTIAGO
  • A região do Minho é percorrida desde há séculos por peregrinos a Santiago. Nos nossos dias há muitos sinais da sua passagem, pontos de referência e locais de acolhimento para quem se quiser aventurar.

    “Quem os percorrer, terá o prazer de desfrutar de um passeio que conciliará o espírito com a serenidade que se vivia no passado”…Conde de Almada, in A Caminho de Santiago, Lello Ed., 2000

  • GASTRONOMIA
  • Uma refeição típica do Minho pode ser muito variada: Legumes saborosos da região, carnes de animais criados em casa ou lampreia pescada pelos locais são usados num sem número de pratos, receitas conventuais antigas de doçaria regional e o acompanhamento do vinho verde.
    Eis uma sugestão:Petiscar enchidos, fumados, broa de milho ou azeitonas. Começar a refeição com caldo verde, provar a lampreia, os rojões acompanhados de arroz de sarrabulho e terminar com leite-creme ou arroz doce.